Tenha como Templo o Universo, como Prece o Trabalho, com Fé o Amor, Como Religião a Caridade - Babajiananda (Pai Tomé)


Sejamos todos Ubuntú

Compartilhe

Isis2015
Colunista
Colunista

Mensagens : 215
Data de inscrição : 06/02/2015
Localização : Brasília

Sejamos todos Ubuntú

Mensagem por Isis2015 em Qui Mar 17, 2016 9:03 am



Sejamos todos Ubuntú!





Um estudioso analisava os costumes de uma tribo africana, quando ao final dos trabalhos propôs uma brincadeira às crianças da região. Ele colocou um cesto de doces em baixo de uma árvore e propôs uma corrida, dizendo: - Quem chegar primeiro leva o cesto. As crianças alinharam-se prontas para correr e quando elas estavam prontas, ele disse “Já”! Todas se deram as mãos e correram juntas até a árvore, pegaram o cesto e comemoraram em conjunto. O pesquisador olhou curioso para aquela situação e uma das crianças olhou de volta para ele e disse: - Ubuntú, Tio! Como uma de nós poderia ficar feliz, se todas as outras ficariam tristes?
Ubuntú é uma palavra que representa uma antiga filosofia africana que significa “Sou feliz porque todos nós estamos felizes”. Quem incorpora em sua vida o Ubuntú, tem consciência que ela é afetada, quando o seu semelhante também é afetado. Esta pessoa sabe que o mundo não é uma ilha e que precisa dos outros para realizar-se de forma plena. O termo também fala de questões básicas como o respeito, compaixão e humildade.
A filosofia Ubuntú diz que ser humano é ser como os outros, e ser como os outros deve ser a base de uma vida feliz. Certo dia, o homem mais humilde que já pisou nesta terra, disse: - Eu rezo para que eles sejam um, assim como eu e o Pai somos únicos. Esta é uma das expressões mais interessantes da figura chamada Jesus Cristo. As pessoas mencionam as suas realizações, mas o que mais impressiona é a sua compaixão. O fato de derramar lágrimas ao ver mulheres sendo arrastadas pelas calçadas ou prostitutas sendo apedrejadas, demonstra a sua total compaixão pelo próximo e seu espírito Ubuntú.
Uma parte de nossa sociedade está muito fria e individualista, onde o que impera é o famoso espírito animal que no mundo contemporâneo não faz mais sentido.
Em São Jerônimo, percebo certa frieza e individualismo entre algumas pessoas, seja numa visita ao supermercado ou na fila do banco. Ainda vejo políticos brigando como se representassem o bem e o mal. Quem sabe se uníssemos forças para o bem? Não obstante, vejo pessoas que expressam a mais pura simplicidade e disposição em auxiliar o próximo.
Ninguém é feliz sozinho, ninguém joga vôlei sozinho, ninguém nasce sozinho, ninguém faz amor sozinho. Nem ao menos conseguimos morrer sozinhos, já que precisamos de auxílio para segurar o caixão. A mais plena realização humana, que é dar a vida a outro ser humano, reside na condição de termos uma parceria. Portanto, seremos mais humanos no momento em que formos um só, com nossos semelhantes. Em outras palavras, gente precisa de gente para ser gente. As vezes surgem em nossas vidas pessoas difíceis no trato, outras vezes pessoas mais afáveis. Contudo, o mais importante é o aprendizado que as relações podem proporcionar. Quanto mais dedicados formos às pessoas, mais gente tornaremo-nos. O meu desejo é que você possa fazer mais a partir de hoje, pelo próximo. Enxergue e relacione-se com gente. Nós somos seres únicos, porém feitos para vivermos coletivamente. Deve ser por isso que analisando orações e preces de várias religiões, sempre identifico a menção de que O pai é NOSSO! Livrai-NOS do mal!
“Nós” é uma mensagem que precisa estar em nossa boca, mas também precisa estar em nosso coração. Você necessita, para ser gente, estar diretamente ligado com vínculos de amor e amizade com outra gente. Vire-se para o ser humano e pratique sua fé, exatamente, nele. Sejamos todos Ubuntú!



Eu e a Cidade - Prof. Rudney Santos | 15/01/2016
site http://www.portaldenoticias.com.br

    Data/hora atual: Qua Ago 23, 2017 4:27 pm